▷ Dicas simples para que sua agência viagens venda o dobro

    Algumas dicas para ganhar espaço em um mundo altamente competitivo: todo mundo gosta de viajar, todo mundo precisa de uma agência que facilite isso ... e há muitas agências.

     

    Exemplos de alta competição são abundantes no mundo dos negócios. Mas não há dúvida de que poucos segmentos têm uma briga tão acirrada por clientes como o das agência de viagens.

    Quem não gosta de viajar? Quem não gosta de planejar uma viagem?

     

    Dicas simples para que sua agência viagens venda o dobro

     

    É por isso que a publicidade de agências de viagens nunca diminui sua presença em todos os tipos de canais. É por isso que as imagens associadas à agência de viagens continuam tendo tanto atrativo.

     

    É por isso que você, que possui uma agência de viagens, gasta tanto tempo -tanto tempo valioso - perguntado a si mesmo como fazer com que sua empresa se destaque nessa selva. Como fazer com que os clientes vejam o nome da sua agência e o associem a algo confiável.

                                                                                                                                    

    Como fazer para vender, quando aparentemente existem muitos outros que estão vendendo o mesmo produto.

     

    Bem: não entre em pânico! Aqui não vou lhe dar soluções mágicas - nunca há soluções mágicas -, mas sim várias dicas que podem lhe ajudar. Repito, estas não são fórmulas matemáticas, mas sim o produto de uma análise profunda sobre o enorme campo das viagens e do turismo, e de ter podido assessorar alguns amigos que enfrentaram o mesmo problema, tentaram várias coisas, tropeçaram e aprenderam.

     

    Você pode ter uma das muitas agências de viagens, ou você pode ter uma agência de viagens que sabe COMO VENDER seus serviços e se distinguir pelos seus valores.

     

    Vamos ver como.

     

    Por que existem tantas agências de viagens?

     

    Bem, isso é fácil: as pessoas adoram viajar, e para viajar precisam que sua agência lhes ofereça soluções, maneiras de fazer isso possível, um sistema confiável que faça com que o cliente só precise se preocupar com o que colocará na mala.

      

    Você já sabe, mas vale a pena rever. De um modo geral, as agências têm duas características principais: existem ATACADISTAS, que gerenciam serviços e viagens com grandes empresas de hotéis e transporte e as oferecem a VAREJISTAS, que entram em contato diretamente com o usuário.

     

    Mas mesmo entre as agências de varejo há nuances: embora os usos e costumes da vida moderna os tenham relegado, os operadores turísticos oferecem pacotes "fechados" aos quais o cliente deve se adaptar. Hoje em dia, já se entendeu que a agência mais bem sucedida é aquela que sabe como flexibilizar sua oferta de acordo ao que o cliente precisa.

     

    Os clientes são abundantes. E suas preferências não são um enigma, hoje temos acesso a inúmeras métricas (como a TrekkSoft) que nos dão um mapa muito preciso dos destinos mais procurados e dos hábitos do viajante.

     

    Dicas simples para que sua agência viagens venda o dobro

     

    Mas esses são apenas dados, e o que nos interessa é como refinar nossas técnicas de vendas. A fim de desenvolver uma estratégia eficiente, para pensar em idéias inovadoras para vender, hoje contamos com ferramentas impensáveis há alguns anos atrás. Ferramentas que, além disso, têm a ver com a mudança de costumes dos clientes no campo das viagens

     

    A palavra-chave é mobile. Um relatório do Google / Ipsos de 2017 revelou que um em cada dois turistas iniciou a investigação para uma viagem em um dispositivo móvel; 79% daqueles que começaram a pesquisar dados em um smartphone acabaram fazendo reservas em uma agência por esse mesmo meio, contra 70% do ano anterior. 45% daqueles que começaram a procurar dados para uma viagem em seus dispositivos móveis fizeram uma ligação para entrar em contato diretamente, contra 37% de 2016.

     

    Mas eu não quero sobrecarregar você com dados, só destacar a importância que hoje tem o celular na indústria de viagens e turismo. A importância desse dado para que sua agência venda mais e melhor. Porque (desculpe-me, aqui vai outro dado, mas também é essencial) de acordo com a empresa de análise de turismo Sojern, em 2018 nos Estados Unidos 72% das reservas através de dispositivos móveis foram feitas nas 48 horas anteriores à viagem.

     

    Ou seja, devemos estar preparados para reagir e resolver rapidamente!

     

     Dicas simples para que sua agência viagens venda o dobro

     

    As viagens na era digital

     

    Até não muito tempo atrás, cada viagem começava na loja física da agência de viagens: a capacidade dos vendedores era verificada atrás de uma mesa, oferecendo ao cliente o melhor serviço e o melhor atendimento possível. A essência permanece, mas tudo mudou. O moderno sistema de viagens, além disso, oferece outra flexibilidade: os pacotes não são mais tão "fechados", eles devem admitir modificações e adaptações de acordo àquilo que o viajante pretende.

     

    Como se localizar neste novo horizonte? Há algumas perguntas a serem feitas para saber se sua agência está pronta.

     

    • Você está aproveitando a grande quantidade de informações disponível? Hoje é possível saber quais buscas seus clientes potenciais fizeram no ano passado, e que tipo de viagem estavam procurando: negócios, família, destinos "clássicos" ou exóticos, em estabelecimentos de luxo ou de preço médio, quais comodidades e tours nos locais de destino aparecem mais altos nos rankings de busca.

     

    • Você está usando as ferramentas certas? As redes sociais e os apps de mensagem são hoje um poderoso caminho de entrada. A “Pesquisa de Tendências 2019" da TrekkSoft indica que 57% dos usuários usam o WhatsApp e 18% usam o Messenger. 28% dos entrevistados disseram ler atentamente as reviews postadas nas redes sociais sobre a experiência com sua agência. Mais da metade dos que fizeram reservas em 2018 prestaram muita atenção a essas avaliações.

     

    • Você está prestando atenção às idades de seus potenciais clientes ou seus hábitos? Niraj Dawar, professor da Ivey Business School (com sede no Canadá e Hong Kong) e consultor de grandes marcas, apontou recentemente que "os limites de idade estão se tornando cada vez menos significativos, especialmente quando dispomos de dados a nível individual. As diferenças dentro de cada segmento geracional são enormes, tanto ou maiores do que as existentes entre esses mesmos segmentos geracionais".

     

    Para aproveitar esse novo paradigma, esse novo modelo de viajante, Sirena pode ser seu grande aliado. Sirena é um software de vendas omnichannel que integra a comunicação (WhatsApp, Messenger, redes sociais, e-mail, telefone, plataformas de e-commerce ou vendas pela internet, entre outros) para facilitar o gerenciamento e organização de leads.

     

    Como analisamos até agora, no momento de concretizar vendas em uma agência de viagens, a velocidade e a eficiência de resposta são fundamentais. E este aplicativo lhe dá exatamente isso.

     

     

    O que o vendedor encontra nela e o que você encontra? Para os vendedores, Sirena simplifica e organiza seu contato com os clientes. É uma maneira rápida de converter leads em vendas: reduz os tempos de trabalho. O vendedor pode identificar rapidamente clientes "frios", "mornos", "quentes", aqueles que estão "dando uma olhada" e aqueles que estão procurando uma solução imediata.

     

    Quando se trata de viagens, o tempo é fundamental. Um cliente não pode esperar. Você precisa resolver o assunto de suas passagens, sua acomodação, sua locomoção, o mais rápido possível.

     

    O viajante, muitas vezes sobrecarregado por várias opções, precisa de segurança. Ele precisa encontrar aquele "ombro amigo" que interpreta rapidamente suas necessidades, reduz essas opções e facilita a ele as decisões. Sirena nunca deixa o cliente "em espera", esses valiosos minutos que podem fazer com que ele vá a outro lugar.

     

    Conforme explicamos neste artigo, para um gerente de vendas, existem várias maneiras de atribuir vendedores; existe um sistema para cada tamanho, mas acima de tudo, o aplicativo permite que você monitore todo o processo em tempo real, registre o efeito que a estratégia adotada está gerando e dá a possibilidade de corrigir o que for necessário.

     

    Além disso: através do aplicativo, você tem acesso a informações precisas sobre como os potenciais clientes chegam a sua agência, quantos deles se convertem em vendas, quantas ligações "pessoa a pessoa" ocorrem após a primeira consulta e quanto tempo duraram, quão eficaz é o caminho que você escolheu.

     

    Então, Sirena pode ser seu grande aliado. Mas talvez você queira saber como aumentar as chances de os clientes chegarem à sua agência. O que fazer?

     

    Como eu estava dizendo, assim como há tantas opções de agências e possibilidades, o viajante muitas vezes se sente sobrecarregado. É o que os psicólogos chamam de "paradoxo das escolhas": ter muitas coisas a disposição, um panorama mais flexível, faz com que o cliente sinta uma ansiedade cada vez maior e lhe custa tomar a decisão final.

     

    O que ele faz? Procura mais. Procura MELHOR. É por isso que é essencial que você tenha essas dicas em mente:

     

    • As possibilidades da era digital permitem isso: a tendência atual indica que os viajantes decidem mais pelo produto de suas buscas do que pelo que encontram no site de uma agência de viagens. É por isso que é tão importante que sua agência se posicione bem nessas pesquisas. Sem ansiedade e sem medo de obstáculos: toda agência teve que corrigir sua estratégia em algum momento, não há métodos infalíveis. Este artigo pode lhe dar algumas dicas muito úteis.

     

    • O Facebook e Instagram são dois canais que não devem ser deixados de lado para que o nome da sua agência se torne moeda comum nas pesquisas. Este ano, metade das agências de viagens irá alocar orçamento para campanhas pagas nessas plataformas, mas também não se esqueça de prestar atenção à importância do alcance orgânico.

     

    • Dado que nele estão acontecendo muitas "discussões" de cunho negativo, nos últimos tempos o Twitter parece ter perdido terreno para o posicionamento das marcas. Mas não o deixe de lado: uma boa seleção de posts "positivos", com boas imagens e conselhos para o viajante, pode diferenciar e destacar sua empresa no mar de "debates" e discussões dessa rede.

     

    • Muita atenção ao YouTube! As últimas estatísticas indicam que a "Geração Z", a que vem depois dos millennials, aquela que "nasce com um smartphone na mão", chega a assistir até uma hora de vídeos ao dia nessa plataforma. E as crianças têm um grande peso específico nas decisões de viagem de seus pais!

     Dicas simples para que sua agência viagens venda o dobro

     

    Se você quer que sua agência venda mais, seja mais do que uma agência de viagens virtual, você precisa entender o viajante. Primeiro, você precisa conhecer seu cliente em potencial e, com base nisso, elaborar uma estratégia eficaz e um plano de negócios que leve em consideração essas pesquisas e necessidades.

     

    Estimule a interação: para o cliente a viagem termina quando ele volta para casa, mas sua agência ainda tem muito a fazer. A primeira etapa de atrair o cliente, entender suas necessidades e oferecer e vender o que ele precisa já passou; já passou a segunda de cumprir tudo o que foi acordado.

     

    Mas quando o viajante está terminando de desfazer suas malas, começa para você uma terceira etapa essencial para repetir o ciclo com outros. É necessário estimulá-lo a COMPARTILHAR a experiência, a contribuir para o "boca a boca" digital. Oferecer-lhe pesquisas de satisfação e formas de compartilhar suas fotos e vídeos. Se toda a viagem começa com uma pesquisa, termina com uma espécie de "resumo" que o viajante deseja oferecer ao mundo.

     

    Dicas simples para que sua agência viagens venda o dobro

     

    Essa experiência compartilhada é um bálsamo para o próximo viajante "sobrecarregado pelas opções": mais do que as atraentes fotografias no site de sua agência, muitas delas decidirão por causa das fotos, talvez imperfeitas, compartilhadas por um amigo do Facebook ou por um contato do Instagram.

     

    Preste atenção a este dado: um estudo realizado pela Think With Google mostrou que 69% dos viajantes se tornam fiéis a uma empresa que personaliza sua experiência. Uma empresa que não só se adapta ao que o cliente está procurando no começo de tudo, mas demonstra que continua com ele quando tudo terminou, mostra interesse em como ele viveu sua viagem.

     

    Ferramentas para que sua agência alce vôo

     

    Pode acontecer que neste momento você se sinta tão sobrecarregado quanto o viajante exposto a inúmeras opções. Além de brigar com as companhias aéreas, as novas regras impostas pelas empresas low cost, as exigências da hotelaria, as complicações decorrentes dos imprevistos do clima e até mesmo os protestos dos clientes por questões em que sua agência não tem realmente responsabilidade ("o carregador de malas do hotel me cumprimentou com cara azeda! "), como fazer para estar atualizado  e operar de forma eficiente neste novo panorama da indústria do turismo?

     

    Dicas simples para que sua agência viagens venda o dobro

     

    Você precisa de informações para conhecer seu cliente em potencial. E você precisa transformá-lo em um aliado fiel, que seja parte desses quase 70% de usuários satisfeitos que recomendarão o nome de sua agência, destacarão seus valores e sua eficácia. Eles deixarão de lado o "paradoxo das opções" e dirão "nesta agência eles estão procurando exatamente o que eu preciso, e farão isso bem". Depois de conhecer seu cliente, você precisa que seus vendedores atendam a eles com AGILIDADE e EFICÁCIA, dois valores fundamentais para o viajante.

     

    E sua agência de viagens vai vender mais viagens!

     

    Vamos fazer um resumo rápido, uma ajuda de memória para sua estratégia.

     

    • Viagens e turismo são uma indústria ANTIGA, mas que sempre se RENOVA. A explosão da era digital multiplicou as possibilidades.

     

    • Hoje em dia, poucos decidem suas viagens no escritório de um estabelecimento. Os dispositivos móveis são hoje a porta de entrada para sua agência: uma em cada duas pessoas inicia sua viagem com uma pesquisa em seu smartphone ou tablet. 79% dos que pesquisaram acabaram fazendo reservas e contratando serviços!

     

    • Mais pessoas do que você imagina devem decidir uma viagem com 48 horas de antecedência. A velocidade e a eficiência da resposta são importantes.

     

    • Há muita informação disponível. Empresas como a TrekkSoft, a Sojern e a Google Insights oferecem dados valiosíssimos sobre os hábitos e costumes dos viajantes e turistas, que mudam ano a ano.

     

    • Você deve saber como usar essas informações, conhecer seu cliente para saber o que ele precisa e como ajudá-lo. 69% dos viajantes se tornam fiéis à empresa que personaliza sua experiência!

     

    • Aproveite as redes sociais e os serviços de mensagens. Quando a viagem acabar, faça o seu cliente sentir que você ainda está com ele, ofereça-lhe meios para compartilhar a experiência. Lembre-se de que as fotos nas redes sociais e os vídeos no YouTube podem ser tão ou mais úteis do que boas fotos comerciais.

     

    • Use Sirena! Na era do omnichannel, o aplicativo permite que você gerencie tanta informação disponível e as demandas dos clientes. Um viajante sobrecarregado pelas opções que recebe uma resposta imediata é um lead que se converte em venda.

     

    Você quer que sua agência de viagens venda mais? Decida-se a decolar e voar também!

     

    Dicas simples para que sua agência viagens venda o dobro

     

    Post Ratings:

    Posts relacionados:

    0 Comentários